Do que as mulheres gostam?

Mulher é o tipo de ser que acha que o amor só é amor se  formos, nós, o Iker Casillas, e, elas, a Sara Carbonero. Elas fazem aquela cara de “tá vendo?!, ele sim gosta dela” – pode ser, mas ele ganhou uma copa! – Sabe-se lá o que é ganhar uma copa do mundo. Mas foi fofo, concordo. Um beijinho emocionado, um afago, um cheiro, um “eu ganhei por sua causa!”, legal, legal. Porém, nos dias subsequentes, Sara continuou não querendo casar com o goleiro, uma prova de que elas são as retardadas mentais mais adoráveis do universo.

Não vou responder a pergunta que proponho, tampouco irei esgotar minha escassa criatividade com exemplos poéticos de por que as mulheres são loucas, confusas, inconstantes, más; e perfeitas. Quem sabe até deixo a pergunta no ar mesmo, para elas responderem: do que as mulheres gostam? Ou, para facilitar: do que as mulheres não gostam? É, não vai facilitar. Enfim. Quem sabe elas não ficam por aí matutando, me odiando, maldizendo o meu nome, e, de uma vez por todas, não acabem respondendo a pergunta.

Sinto que os cronistas, os bons cronistas de jornal, sempre têm uma crônica guardada sobre este tema. Elas estão prontas, dentro da gaveta, dentro de uma caixa, numa pasta de rascunhos do computador, e, numa semana qualquer, não tendo o cronista se recuperado da bebedeira ou de uma dor de barriga, elas saem da solidão e ganham as páginas. Todo mundo já fez isso. Rubem Braga, Vinicius de Moraes, Arnaldo Jabor, Veríssimo etc. Se um dia eu for cronista de jornal, também irei fazê-lo com a mais absoluta tranquilidade e sentimento de dever cumprido. E ela vai começar com “As mulheres gostam mesmo é de sofrer.” – só para causar um impacto inicial. Seguido de: “Elas possuem o dom de rir até chorar com aquela felicidade estonteante que nos faz cair o queixo, e de chorar, chorar, chorar até rir e entender que aquele sofrimento já se perdeu no lixo das coisas desimportantes dos últimos 5 minutos.” Pronto! Se começo assim a minha crônica, receberei pilhas e pilhas e pilhas de emails. Naquela semana, se eu andar pela rua, quem estiver casado comigo terá que espantar a mulherada com aquelas raquetes de 10 reais que fritam mosquitos. Vai ser engraçado…

Não posso dizer do que será das mulheres daqui a 50 anos, já que não se sabe o que elas foram nos últimos 50. Talvez a pergunta até caia em desuso, seja um vício estilístico, um questionamento cafona – quem sabe, até, uma forma de preconceito! – Não sei, não sei mesmo. Gostar de mulher já vai se tornando fora de moda, um gosto antiquado. Não digo nem por que muitos meninos se sentem mais socialmente seguros para gostar de meninos, digo pelos meninos que gostam de meninas mas nem se interessam em raciocinar sobre. – “Mas, Guilherme, você disse raciocinar, e antes disse que as mulheres não estão no âmbito da razão; não entendi” – Tá vendo?!, ninguém tem mais o espírito do negócio…

Quem sabe, a minha crônica não termine com um: “Nada mudou de 40 anos atrás, quando eu terminei a minha crônica juvenil afirmando que as mulheres guardam um segredo tão maligno, tão perverso que, quem descobriu, morreu. Quem não descobriu continua se apaixonando por elas, enviando flores, enlouquecendo, pedindo em casamento e, até, escrevendo crônicas com antecedência para não perder o emprego.”

Anúncios

4 comentários sobre “Do que as mulheres gostam?

  1. mulher é uma desgrama (._. ) nem elas mesmo se entendem. podem dizer o que gostam e o que deixam de gostar, mas sempre haverá algo nas escondidas, que nem elas mesmo sabem decifrar, e é o que nos faz chorar… o segredo é ir levando elas no melhor jeito possível até tomar uma vassourada na cabeça u.u

  2. É, meu caro… a realidade é que nem elas sabem do que gostam ou deixam de gostar.

  3. Gui, eu simplesmente A-DO-RO teus textos. E não falo isso por se tratar de um amigo meu, até porque por instantes até esqueço que são seus. Não, não que eu esqueça que sejam seus, mas enquanto leio parece se tratar de um outro alguém. Tá bem, acho que não consegui explicar direito (diferente de você eu não consigo me entender com as palvaras rs), mas acredito que você tenha entendido. E se não, eu tento outro dia. rs Você tem muito talento, tem feeling.

    Prefiro não responder a pergunta, talvez eu não seja capaz. Ou talvez a graça em mantê-los apaixonados esteja realmente escondida em toda essa indecisão. Se quem descobrir o mistério estará por colocar a vida em risco, que não descubram portanto. Quero continuar recebendo flores e telefonemas ainda que eu diga que não quero nunca mais ver ou falar com fulano. =)

  4. Eu respondo a sua pergunta. Do que as mulheres gostam? Elas gostam de ser bem tratadas, amadas e que seus parceiros sejam atenciosos com elas. Mulheres gostam de surpresinhas simples e corriqueiras. Por que assim, demonstra-se amar todos os dias. Mulheres gostam de conforto (sim!), mas não por isso de dinheiro em demasia (salvo algumas exceções).
    Não há poção mágica ou manual de instrução. Não é difícil fazer uma mulher feliz. O problema é o orgulho e descaso masculino.

    🙂

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s